Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2005

Amo-te

complementariedades.jpg

No crepúsculo da saudade guardada num livro fechado, procuro o índice de uma fábula de sonhos e realidades, olho em volta e vejo-te, em cada palavra que aparece no céu, desenhada nas nuvens que se dedicaram a acolher-nos. Dentro de mim, cresce e extravasa o Amor, que me adoça e me preenche, que me suaviza e amacia, que me queima e me deixa feliz, é eterno, é natural, é singelo, é magia e encanto, é uma bola de Luz, que trago dentro, que se espelha nos meus olhos, e me aquece a alma. Este Amor, sou eu e tu, num quadro pintado de paixão, de complementaridades e encaixes perfeitos, este Amor, é doce mel, derramado entre as flores e as folhas de um jardim qualquer, onde já não te procuro, amo-te apenas…

publicado por cabeça na lua às 00:01
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


.posts recentes

. Convite...

. Prazer...

. Acreditar...

. Silêncio...

. Ausência...

. Hoje não...

. Fuga...

. Encanto no olhar...

. Ultima vez...

. Tocas-me...

.arquivos

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds