Domingo, 20 de Novembro de 2005

Para além de nós...

magiamor.jpg

Nos parcos momentos que nos damos, neste cosmos de realidades feitas, onde a contagem decrescente para a grande partida, começou ao primeiro suspiro, sentimos algo sobrenatural que nos impulsiona, um elo que não conseguimos controlar, nem sequer entender, escapa-nos, como água em terreno seco, entranha-se e cola-se a nós como mel, adoça-nos os sentidos, faz-nos sorrir e esticar os braços em busca um do outro, sentimo-lo como uma certeza incerta, onde o prazer desperta e nos enlouquece as almas, interrogamo-nos com medo da resposta, fechamos os olhos ás fortes evidências que sentimos dentro e não queremos aceitar o que existe para além de nós...o nosso Amor!

publicado por cabeça na lua às 00:09
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 20 de Novembro de 2005 às 14:21
Amor é cego, não é? Amar é dar-se e doar-se por instante que seja, em cada momento, mesmo que estes sejam parcos! Belo texto! BeijoMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:msantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Novembro de 2005 às 01:05
Texto lindo... Realmente esse pequeno dom que nos dão nesta vida, o de amar e ser amado, é o mais suave e sincero embalo à nossa alma. Falo de todo o tipo de amor, da pessoa especial, de amigos, de pais e irmãos...Todos eles melodiam carinhosamente esta "contagem decrescente" []Serpente Emplumada
(http://quetzalcoatl.blogs.sapo.pt)
(mailto:quetzalc0atl@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Novembro de 2005 às 00:34
Que quer o anjo? Chamá-la
O que quer a alma? perder-se
Perder-se em rudes guianas
para jamais encontrar-se


Que quer a voz? encantá-lo.
Que quer o ouvido? Embeber-se
de gritos blasfematórios
até que dar aturdido.


Que quer a nuvem? raptá-lo,
Que quer o corpo? solver-se,
delir memória de vida
e quanto seja memória.


Que quer a paixão? detê-lo.
Que quer o peito? fechar-se
contra os poderes do mundo
para na treva fundir-se.


Que quer a canção? erguer-se
em arco sobre os abismos.
Que quer o homem? salvar-se,
ao permeio de uma canção.

Carlos
(http://vagueando.blogs.sapo.pt/)
(mailto:c_m_a_n_u_e_l@hotmail.com)


De Anónimo a 20 de Novembro de 2005 às 00:27
Adorei o blog...mt bom... 1 bj*Nekah
(http://mylitllemoon.blogs.sapo.pt)
(mailto:basta@pedires.com)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Fevereiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Convite...

. Prazer...

. Acreditar...

. Silêncio...

. Ausência...

. Hoje não...

. Fuga...

. Encanto no olhar...

. Ultima vez...

. Tocas-me...

.arquivos

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

SAPO Blogs

.subscrever feeds