Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2006

Partiste...

vento.jpg

De cabelos ao vento, vislumbro o mar revolto nas rochas morrendo, penso em ti, és o mistério de um paraíso remoto, de memórias pintadas com a limpidez de céus azuis, que se reflectem neste chão virgem, abandonado aos meus pés, cansados de tanto te procurar.
Esqueci-me do que sou, e já não sei o que procuro, deambulo por aqui, perdida numa ilusão apenas minha, respiro a energia do Sol, que alimenta o derradeiro caminho que as minhas mãos demandam, quando se entranham na areia fina, em busca de ti.
Nesta doce saudade com cheiro a maresia, os pensamentos são feitos de sal, temperam a melodia das ondas, que se desfazem nesta praia de tantas lembranças. Aqui, não consigo deixar de te sentir, mesmo quando sei, que nada mais poderás ser, senão as pegadas de uma solitária gaivota, que a maré-alta já apagou há muito…


publicado por cabeça na lua às 00:06
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 22:19
Este texto fez-me ouvir o mar e trouxe-me o cheiro a maresia! Apanhei conchas junto àorla e vim com elas para adormecer ao som do mar ao longe. Lindo Magia! BeijoMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:mantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 21:18
Um texto poético lindissimo, onde o talento e a sensibilidade emergem de cada uma das palavras...

Um beijofrog
(http://outravoz.blogspot.com)
(mailto:al.santos@netcabo.pt)


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 20:58
É assim quando se divaga na areia da praia e se sente a brisa e o vento/nos acariciando a cara ao sabor do Sol ardente/e o mar esse, tão pungente nos traz a saudade ausente/e nos traz inesperadamente aquilo que nos repele a mente. Um beijinho Magiasoslayo
(http://mategoinmente.blogspot.com)
(mailto:mategoinmente@gmail.com)


De Chloé a 11 de Novembro de 2007 às 02:52
A saudade não é só na alma, é mesmo assim...no corpo todo! Está fantastico o teu texto, vou voltando aqui :-)
Cumprimentos bloguistas.


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 20:34
Percorre o caminho ate que o coração permita. Corre ate que os sentimentos se gastem... Luta por ti e pelo que consideras verdadeiro. Grande Foto! Um beijo com baunilhaBarbara
(http://perlimpimpimcombaunilha.blogspot.com)
(mailto:tffmarqus@msn.com)


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 17:43
O sabor da saudade invade a mente mais impoluta...boa semanaTacitus
(http://tirosnoescuro.blogspot.com/)
(mailto:nunovinhas@gmail.com)


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 17:40
Excelente texto temperado com aromas de mar...só o amor é real, sim! Abraço grande.Laços...
(http://fly4you.blogs.sapo.pt)
(mailto:arquitectura@escala-urbana.pt)


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 17:40
Excelente texto temperado com aromas de mar...só o amor é real, sim! Abraço grande.Laços...
(http://fly4you.blogs.sapo.pt)
(mailto:arquitectura@escala-urbana.pt)


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 14:54
Magnifico este teu post...palavras que lapidam formas permitindo apurar a essência dum sentir profundo. Um beijo enorme :)Neith
(http://www.echoes.blogs.sapo.pt)
(mailto:neith@sapo.pt)


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 14:31
A saudade é um verdadeiro mistério, são os resquícios que ficam quando algo ou alguém que muito estimamos desaparece da nossa vida. Mas por vezes o que ainda não "nasceu" nos faz saudades, estas são as mais doídas... Li a tua peça num fôlego. Diverti-me imenso a imaginar aquelas três fadas a aprontar... danadinhas elas. Beijos.Pagan
(http://paganheart.blogs.sapo.pt)
(mailto:henriquemoreira1@hotmail.com)


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 10:35
Lindas as tuas palavras! Entendo e compreendo que muitos dos que te lêem desejem tomar como dirijidas a eles essas palavras... eu não tenho tal pressuposto, aliás, essa pessoa a existir é um previligiado!!! Mas também sei que quem lê, faz o "filme" ao seu jeito e como existem muitos "realizadores", também devem existir muitas bobines de "filmes"!!! Bem, vou-me embora, amanhã voltarei para ler de novo as tuas palavras, começo a perceber que as deixas aqui diáriamente. Isto de ser LOUCO te vantagens, posso dizer o que me apetecer!!!
Bem, estou no ir embora, deixo-te um beijo, até outro momento...Louco de Lisboa
(http://blog.comunidades.net/loucodelisboa)
(mailto:zneto@msn.com)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


.posts recentes

. Convite...

. Prazer...

. Acreditar...

. Silêncio...

. Ausência...

. Hoje não...

. Fuga...

. Encanto no olhar...

. Ultima vez...

. Tocas-me...

.arquivos

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds