Terça-feira, 3 de Janeiro de 2006

À deriva

perdida.jpg

Instantes de entrega em momentos que cessam o sonho, quando os olhos se abrem e nada vêm, quando a alma se encontra e se perde nas premissas que lhe são impostas, livre apenas na ilusão, solta apenas nos sonhos, vazia de entendimento lógico, perdida na solidão obscura de um Universo onde tudo faz sentido, e a razão é rainha.
Imortalidade de sentimentos guardados, sentidos apurados, encontros viajados, lições de esperança que se desvanecem e se perdem pela eternidade dentro, onde não existe matéria, onde somos uno, onde somos tudo, feitos de nada, e onde a luz que nos guia e nos preenche, é o brilho do Amor…é para lá que caminho, é lá que me vou encontrar contigo!


publicado por cabeça na lua às 00:27
link do post | favorito
|
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Fevereiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Convite...

. Prazer...

. Acreditar...

. Silêncio...

. Ausência...

. Hoje não...

. Fuga...

. Encanto no olhar...

. Ultima vez...

. Tocas-me...

.arquivos

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

SAPO Blogs

.subscrever feeds